Carlinhos Maia – Reprodução/Instagram
PUBLICIDADE

Carlinhos Maia se envolveu em uma nova polêmica ao ser acusado de dar um golpe, tendo o seu nome associado ao banco digital Girabank, do qual já foi sócio. Após a polêmica, o influenciador utilizou o seu perfil nas redes sociais para explicar que não é mais sócio da instituição financeira.

– Continua após o anúncio –

PUBLICIDADE

+ Após polêmicas com Luísa Sonza, Carlinhos Maia se pronuncia: ‘Não sabia lidar’

De acordo com Carlinhos, ele se desligou da empresa há cerca de um ano devido a problemas frequentes. “Como a maioria de vocês já sabe, me desliguei da empresa há quase um ano, justamente porque toda vez que acontecia algum problema, o pessoal vinha e descia o cacete em mim. Pode estar acontecendo um milhão de coisas boas, mas deu qualquer probleminha…”, explicou.

Em seguida, ele ainda destacou que o banco emitiu uma nota e que irá resolver toda a situação. “O Girabank emitiu hoje uma nota a todos os correntistas, tá, gente? O Girabank, até onde eu sei, conforme outros sócios me falaram, foi vendido para um outro grupo americano, e todas as pessoas… Estou falando isso aqui com carinho às pessoas, porque fui eu que indiquei: não se preocupem, não tem dinheiro de ninguém sendo roubado”, afirmou, explicando que está ocorrendo uma “troca de donos”, pedindo a todos para ficarem de olho na caixa de entrada do e-mail.

– Continua após o anúncio –

Discussão com Luísa Sonza

O influenciador digital falou sobre a discussão que teve com Luísa Sonza, ex de Whindersson Nunes, em 2019. Na ocasião, ele e seu parceiro Lucas Guimarães convidaram o humorista para ser o padrinho de casamento, mas ele declinou.

+ Carlinhos Maia exibe casa de luxo em São Paulo: ‘Quem vive de Deus vive de certeza’

– Continua após o anúncio –

Sobre a discussão com Sonza, Carlinhos afirmou que todos têm o direito de evoluir. “Lá atrás, tudo era levado a sério demais. Mágoas do dia do nosso casamento. Coisas de trabalho. Eu não sabia lidar com toda aquela pressão e comecei a ter ‘síndrome de perseguição’. Hoje, nós resolvemos, tanto Luísa quanto Whindersson”, afirmou.

Share.