Lula
Lula – Foto: YouTube
PUBLICIDADE

O atual Presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, compartilhou em suas redes sociais oficiais um vídeo onde comenta sobre o dia 08 de janeiro, data na qual ficou marcada pelo quase ‘golpe de estado’, orquestrado por populares de extrema direita, contra seu governo.

– Continua após o anúncio –

PUBLICIDADE

Por meio do feed no Instagram, Lula compartilhou um vídeo onde desabafa sobre o plano dos populares de extrema direita que invadiram Brasília para tentarem derrubar seu governo. No entanto, o petista ainda declarou na legenda da postagem que, mesmo diante da situação, ‘a democracia havia vencido’.

+ Bolsonaro ironiza eleitores de Lula após governo gastar R$ 16,5 bilhões com a Lei Rouanet: “passarão o Natal sem picanha”

Jamais deveremos esquecer o dia 8 de janeiro de 2023. O dia que alguns irresponsáveis tentaram um golpe nesse país. Mas os Três Poderes se sobressaíram e a democracia venceu. E, amanhã, quando completa um ano desse triste episódio, vamos gritar em alto e bom som: liberdade, liberdade, abra as asas sobre nós. E viva a democracia!“, escreveu ele, enfatizando que essa data jamais deverá ser esquecida pelos brasileiros.

– Continua após o anúncio –

Web reage ao post de Lula

Nos comentários da postagem, diversos internautas, reagiram: “Golpe já foi dado nas urnas“, disparou um. “A democracia acabou quando soltaram você”, criticou outro. “Vão mostrar as imagens?“, questionou mais um. “A sociedade poderia ter acesso as imagens que seu ministro escondeu“, lembrou outra. “Narrativa criada. Acredita quem quer“, destacou outro internauta.

+ Lula defende Janja e sua atuação no governo: “ela da palpite nas coisas”

– Continua após o anúncio –

É válido destacar que a imprensa e diversos políticos de esquerda, apontam o ex-Presidente do país, Jair Bolsonaro, como culpado pelo quase ‘golpe’. Segundo eles, o ex-governante poderia ter evitado a situação, mas preferiu o silêncio, mesmo sabendo de alguns detalhes por meio de grupos nas redes sociais. Segundo a TV Globo, pessoas ligadas ao politico, estavam no ocorrido.

Assista:

Share.