Papa Francisco
Papa Francisco – Foto: TV Brasil
PUBLICIDADE

O Papa Francisco, líder da igreja Católica, acabou surpreendendo os milhares de fieis ao pedir nesta segunda-feira, 08 de janeiro, que à comunidade internacional proíba gestões via barriga de aluguel, ainda, denunciando a ‘comercialização’ do corpo humano.

– Continua após o anúncio –

PUBLICIDADE

Segundo informações divulgadas pelo jornal ‘O Globo’, a atitude do Pontífice teria ocorrido durante sua audiência com membros da corpo diplomático da Santa Sé. “O caminho para a paz exige respeito pela vida, por toda a vida humana, a começar pela da criança que não nasce no ventre materno, que não pode ser suprimida nem transformada em produto comercial“, teria dito ele.

+ Após nove dias internado, Papa Francisco recebe alta do hospital

Ainda segundo as informações, o religioso teria considerado ‘deplorável’ a prática do que chamou de ‘maternidade de aluguel’. “Por esta razão, apelo à comunidade internacional para que se comprometa a proibir universalmente esta prática“, declarou ele, em seguida.

– Continua após o anúncio –

Mais sobre o Papa Francisco e a barriga de aluguel

É válido lembrar que diversos artistas conhecidos ao redor do mundo, tiveram filhos usando a pratica. Nomes como, Kim Kardashian e Kanye West, Lucy Liu, Cristiano Ronaldo, Elton John, Nicole Kidman e o mais conhecido no Brasil, Paulo Gustavo com Thales Bretas, optaram pela barriga de aluguel.

+ Após cirurgia às pressas, estado de saúde do Papa Francisco é atualizado

– Continua após o anúncio –

Por fim, a Igreja Católica opõe-se a esta técnica de procriação medicamente assistida, que consiste na implantação de um embrião no útero de uma barriga de aluguel. A gestante entrega o bebê ao casal após o nascimento. Em junho de 2022, o Pontífice já havia descrito a barriga de aluguel como uma ‘prática desumana’. No entanto, em 2023, o Vaticano indicou que os filhos de casais do mesmo sexo, adotados ou nascidos de barriga de aluguel, poderiam ser batizados.

+ Cecilia Malan entra ao vivo na Globo e expõe internação do Papa Francisco às pressas

Share.