PUBLICIDADE

‘Quando estou com o Jake, sou pai; quando estou em festas, sou um cara feliz’, justificou o influenciador

PUBLICIDADE
Reprodução/Instagram/@pyongleePyong Lee
Pyong Lee e Sammy são pais de Jake

O influenciador Pyong Lee se pronunciou sobre as acusações de ausência paterna. Em vídeo, ele afirmou que se encontra com o filho Jake, de dois anos, semanalmente. “Eu ficava o dia inteiro com o Jake, a gente morava junto. Vi todas as fases de evolução, ensinando português, comer, falar, andar, levando para a escola. A estratégia de criação antes do nascimento foi feito por mim. Julgam sem saber dos fatos, jogam sem saber dos fatos. Durante quatro anos, nunca me pronunciei. Vocês deviam compreender que essas pessoas não ligam para vocês, ninguém vai pagar suas contas, cuidar da sua família, não vão no seu velório. A vida é mais leve e saudável assim. Nem todo mundo consegue proteger a mente, todo esse ódio está matando as pessoas. O que vocês ganham com isso?”, questionou. “Eu tenho meus dias para ficar com o Jake toda semana, me julgam por opiniões de página, mas não acompanham para ver meu tempo com meu filho, os compromissos que tenho com ele. Quando estou com o Jake, sou pai; quando estou em festas, sou um cara feliz, empolgado, eu danço até o chão. Eu sou de verdade, não sou um personagem”, defendeu.

As especulações sobre a participação do ex-BBB na criação do filho repercutiram após sua ex-esposa, Sammy Lee, publicar um desabafo enquanto Pyong participava da Farofa da Gkay. “Noites sem dormir. Sobrecarga, preocupação, culpa, exaustão emocional. Amigas, passei a madrugada em muita coisa… Vou descansar a mente nesses próximos dias, tá bom?”, escreveu em publicação chorando ao lado do filho dormindo. A influenciadora encerrou o assunto após o pronunciamento de Pyong Lee. “Nunca mais vinculem postagem minha com o pai do Jake. A partir de agora, se alguém brigar comigo, vai brigar sozinho”, declarou.

Share.