PUBLICIDADE

Kanye West e Taylor Swift
Foto: Getty Images

Mais um capítulo para uma das maiores tretas da música pop! O rapper Kanye West (Ye) divulgou a primeira parte de seu novo álbum “Vultures”, em parceria com o também rapper Ty Dolla $ign, e está dando o que falar. Pois é! Além de ter conquistado o topo do Spotify Global com o disco, West também chamou atenção por mencionar, mais uma vez, a cantora Taylor Swift em uma de suas músicas.

PUBLICIDADE

A faixa em questão, intitulada “Carnival”, chega em meio a diversas outras polêmicas de Ye, que estão, inclusive, dificultando os shows do cantor, e diz: “I made six Taylor Swift / Since I had the Rollie on the wrist / I’m the new Jesus, bitch, I turn water to Crist” (“Eu ‘fiz’ seis Taylor Swift / Desde que botei o Rollie [Rollex] no pulso / Eu sou o novo Jesus, vadia, eu transformo água em Cristo”, em tradução livre).

Apesar de não ficar claro o que West quis dizer com “fazer”, alguns fãs e internautas tentaram interpretar a letra e teorizaram sobre o trecho. Assim, uma das possíveis explicações diz que, na letra, é como se Ye afirmasse ter dormido com seis grandes estrelas do pop como Taylor Swift.

Outra interpretação, no entanto, sugere que a letra fala sobre os 6,6 bilhões de dólares que o rapper ganhou para uma parceria com a marca Adidas, uma vez que Taylor Swift se tornou bilionária recentemente, com o lucro da “The Eras Tour”, atual turnê da cantora. 

Para quem não sabe, o desentendimento entre Kanye West e Taylor Swift começou em 2009, durante a cerimônia do Video Music Awards, uma das maiores premiações de música nos Estados Unidos, também conhecida como VMA’s.

Na ocasião, Swift recebeu o prêmio de melhor clipe por “You Belong With Me” e, durante o seu discurso de aceitação, West subiu ao palco, tomou o microfone da mão dela e declarou que quem deveria receber o troféu era Beyoncé, por “Single Ladies (Put a Ring on It)”, já que era “um dos melhores clipes de todos os tempos”.

Relembre o momento:

Além disso, em 2016, Kanye lançou a faixa “Famous”, como parte do álbum “The Life Of Pablo”, na qual afirma ser o responsável pela fama de Swift. “I feel like me and Taylor might still have sex / Why? / I made that bitch famous” (Acho que talvez eu e Taylor ainda possamos transar / Por quê? / Eu deixei aquela vadia famosa”, em tradução livre), diz a letra da música.

Na época do lançamento, West afirmou que Taylor teria consentido o uso de seu nome no trecho da música e, uma gravação feita por Kim Kardashian, ex-esposa de West, também dava a entender que, de fato, a cantora teria aprovado a faixa. No entanto, o áudio da conversa completa, divulgado em 2020, mostra que Swift não deu permissão para o uso de seu nome.

Já em 2017, Taylor Swift, apesar de não ter usado o nome de Ye, também deixou diversas indiretas para o rapper em faixas do álbum “Reputation”, como é o caso de “Look What You Made Me Do”, e “This Is Why We Can’t Have Nice Things”.

Escute as faixas:




Share.