Maíra Cardi e Thiago Nigro
Maíra Cardi e Thiago Nigro – Foto: Instagram
PUBLICIDADE

O empresário e influenciador, Thiago Nigro, usou as redes sociais na noite desta última segunda-feira, 25 de dezembro, dia de Natal, para comunicar seus amigos e milhares de seguidores, que ele e Maíra Cardi se casaram no civil na véspera da festividade natalina.

– Continua após o anúncio –

PUBLICIDADE

Por meio de uma publicação em seu perfil oficial no Instagram, Thiago Nigro ainda revelou que o casamento de ambos foi em total comunhão de bens. O influenciador ainda chegou a pontuar em seu texto que ‘não se arrepende’ de sua atitude, explicando com maiores detalhes o motivo.

+ Thiago Nigro posa ao lado de Maíra Cardi e detalhe chama atenção: ”Tá grávida”

Ontem nos casamos no civil. Ao casar, você assina um papel. No papel, você não garante que vai amar, nem que será amado. Mas deixa claro o que vai acontecer com os bens e o dinheiro, ao se separar. Será mesmo que o casamento civil é sobre amor, ou será que ele é sobre o dinheiro? Você e seu cônjuge vão ter que escolher três regimes de casamento: O empreendedor, pode escolher a separação total de bens e se blindar de processos trabalhistas e problemas fiscais” iniciou ele.

– Continua após o anúncio –

Mais sobre o casamento de Thiago Nigro e Maíra Cardi

Ainda em seu texto, o influenciador seguiu comentando sobre casamento: “A comunhão parcial de bens, separa o que você tinha antes do casamento e o que você tem depois do casamento (que agora é de vocês). E por fim, a comunhão total de bens. E aqui entra “o” grande desafio do casamento: o de ser um só. Se eu acredito no casamento, não estaria eu tomando uma decisão de negócios ao me preparar para um plano B em caso de problemas? Faria algum sentido eu entregar meu corpo, mente e alma para outro, mas não meu dinheiro?“, questionou.

+ Após polêmica de Maíra Cardi sobre Maceió, Thiago Nigro se pronuncia

– Continua após o anúncio –

O Primo Rico, como é chamado na web, ainda pontuou: “Estaria eu criando uma ponte para que eu pudesse fugir nos momentos de dificuldade, me enganando como se eles não fossem aparecer?“, quis saber. Na sequência do seu relato, o artista seguiu explicando os inúmeros motivos de se casar em total comunhão de bens e confirmou sua decisão final.

Eu decidi casar em comunhão total de bens, não me arrependo e espero que muitos futuros casais possam se alinhar ainda mais por tomar essa decisão tão difícil – e carregada de julgamentos. E em primeiro lugar, estou respeitando um princípio (que é bíblico). Se um tropeçar, há quem o segure. Nunca esqueça!“, finalizou.

Veja a publicação na íntegra:

Share.