PUBLICIDADE

O hit natalino de Mariah Carey, “All I Want for Christmas Is You”, continua agitando a indústria musical e quebrando recordes a torto e a direito. Desta vez, o single quebrou o recorde histórico de maior número de streams do Spotify em um único dia, de acordo com o site TMZ.

Segundo a publicação, somente na véspera de Natal, a música gerou impressionantes 23.701.697 streams no Spotify, superando seu próprio recorde anterior, de 21.273.357 streams no mesmo dia.

PUBLICIDADE

Os números impressionam porque o tema foi lançado pela popstar há quase 30 anos, e continua vigente para todas as idades.

A revista especializada em música, “Billboard”, afirmou que a popularidade da música tem crescido constantemente ao longo dos anos. Em 2020, acumulou mais de 17,2 milhões de transmissões na véspera de Natal.

Não cabe dúvida de que para os gringos, “All I Want for Christmas Is You” é o hino natalino que se tornou um elemento básico em suas playlists de Natal.

A cantora até brincou no começo de dezembro, ao dizer que ela estava se ‘descongelando’ para o Natal.

Em um clipe divertido com os filhos Roc e Roe, eles dizem que já estão cansados da música. Até que ela começa a cantar e eles simplesmente ‘vazam’ de perto da mãe.

E isso que a cantora voltou a ser alvo de uma ação judicial movida por um músico chamado Andy Stone, que acusa a artista de supostamente ‘copiar elementos de sua música’ de mesmo nome, lançada por ele em 1989. Na verdade, esta é a segunda vez que Stone, que atua como ‘Vince Vance and the Valiants’, processa Carey por supostamente copiar a faixa.

O primeiro processo de Stone aconteceu em junho de 2022, mas foi arquivado em novembro do mesmo ano.

No último processo, aberto em um tribunal da Califórnia na quarta-feira (1º de novembro), Stone e o co-escritor e demandante Troy Powers, citam entre os réus Carey, junto com o produtor Walter Afanasieff e a Sony Music Entertainment. A reclamação de Stone afirma que a versão de Vince Vance de “All I Want for Christmas Is You” se tornou um sucesso da música country” após “extensa exibição em 1993″, na época do Natal.

Ele diz nos documentos entregues à corte: “A música chegou à parada Hot Country da Billboard mais cinco vezes ao longo da década de 1990, chegando ao 31º lugar”, afirma, alegando que a canção de Mariah Carey supostamente copia, da canção de Stone, a “estrutura composicional de uma extensa comparação entre um ente querido e armadilhas do luxo sazonal [época do ano]”.

A denúncia também afirma que o hit de Carey “inclui várias frases líricas de [Stone]”. Stone e seu co-autor alegam que as “letras violadas com direitos autorais representam aproximadamente 50%” da versão de Mariah Carey de All I Want for Christmas Is You e afirmam que “a progressão de acordes e as semelhanças melódicas aumentam ainda mais essa porcentagem de violação”. Eles estão pedindo uma indenização de US$ 20 milhões em indenização.



Fonte: O Fuxico

Share.