PUBLICIDADE

Em uma entrevista a Andy Cohen em seu programa de rádio, Ricky Martin abriu o coração e revelou quem foi a pessoa chave em sua vida que o ajudou a revelar ao público que era homossexual, enquanto sua equipe o encorajava a esconder-se.

Filhos de Ricky Martin chamam atenção em tapete vermelho

Ricky lembrou que no auge de sua carreira, ele queria se abrir com o público e deixar de ser quem ele não era, porém a equipe que trabalhava com ele naquela época o impediu de assumir que era gay, porque eles acreditavam que isso encerraria sua carreira.

PUBLICIDADE

No entanto, uma pessoa importante em sua vida o encorajou a fazer exatamente o contrário: seu pai, Enrique, que é psicólogo.

O cantor relembrou o que escutava das pessoas que estavam com ele:

Ex-marido de Ricky Martin segue morando na casa do cantor

“‘Você não precisa contar ao mundo’. ‘Por que você tem que dizer isso na frente de uma câmera?’”, contou, expressando que eles o incentivavam a se esconder e a permanecer em silêncio.

Mas, por outro lado, o seu pai compreendeu a importância de ser honesto consigo mesmo, com o seu público e, mais importante, com os seus filhos, e portanto ele reconhece que a mensagem de seu pai foi contundente:

“O que você vai ensinar aos seus filhos, a mentir?”, foi a resposta do pai, e isso, segundo Martin, o levou a refletir e a ser honesto com sua vida.

Receba as Notícias de OFuxico em seu celular

O cantor confessa que quando finalmente revelou sua orientação ao mundo, se sentiu muito aliviado, e por isso hoje agradece ao pai por tê-lo incentivado a ser sincero.

Anúncio Histórico

Seu anúncio foi histórico em 2010, dois anos depois de dar as boas-vindas aos filhos gêmeos Matteo e Valentino, via sub-rogação gestacional.

Ele foi um dos primeiros grandes artistas latinos a se assumir publicamente, e sua decisão foi elogiada por muitos por sua bravura e honestidade.

Ricky Martin perdeu dois bebês com a ex-namorada Rebecca de Alba

Até hoje o cantor de origem porto-riquenha é um defensor declarado da comunidade LGBTQ+, sempre manifestando-se contra a discriminação e a violência, e trabalhando para promover a igualdade e a aceitação.

Em 2020, Martin recebeu o Prêmio GLAAD de Visibilidade por seu trabalho promovendo a aceitação LGBTQ+. Em seu discurso de aceitação, ele disse:

“Quero dedicar este prêmio a todos que se sentem invisíveis. Quero que saibam que não estão sozinhos. Vocês são vistos, são amados e são importantes.”



Fonte: O Fuxico

Share.