A cantora sertaneja Ana Castela está enfrentando um processo judicial movido pelo compositor Luan Kaique Vieira Castelan, que alega que sua música “Lado direito da Cama” foi plagiada na versão “Solteiro Forçado”, um dos grandes sucessos da Boiadeira. O compositor está buscando uma indenização de R$ 200 mil reais, além de exigir que a canção seja retirada dos shows da cantora e que os réus se retratem nas redes sociais.

Continua após a publicidade..

O processo foi iniciado neste mês na Justiça de São Paulo e, além da cantora, outras oito pessoas estão sendo apontadas como autores ou editores da música em questão, de acordo com registros da Associação Brasileira de Músicas e Artes (Abramus).

Luan alega que os réus utilizaram a base da composição sem sua autorização e se beneficiaram dessa situação. A ação movida por ele pede uma indenização por danos morais e materiais, considerando o plágio da obra literária, sua publicação na internet e em apostilas pré-vestibulares, que contêm trechos da obra sem a autorização prévia do autor. A equipe da cantora Ana Castela ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Os réus são acusados de obter lucros exorbitantes ao divulgar a música em diversas plataformas sem mencionar o nome do autor original da obra. Segundo a ação movida por Luan, isso ocorreu de maneira indevida e resultou em um número significativo de visualizações.

O caso envolve a música “Lado direito” e sua suposta versão plagiada, “Solteiro Forçado”. De acordo com o processo, Luan afirma que teve conhecimento do plágio em maio de 2013. Ele registrou a composição da música nos órgãos competentes em dezembro de 2019.

A defesa de Luan destaca as semelhanças na melodia e na estética do videoclipe, como a apresentação acompanhada por violão, piano e uma paleta de cores azul. A canção foi gravada no DVD do cantor e está disponível no YouTube há três anos, acumulando quase 90 mil visualizações e mais de mil curtidas.

Por outro lado, o videoclipe de Ana Castela já ultrapassou a marca de 160 milhões de visualizações em apenas cinco meses desde sua publicação, com mais de 800 mil curtidas no YouTube.

A defesa de Luan emitiu uma nota afirmando que o artista foi surpreendido ao ver sua música sendo divulgada em plataformas musicais e de vídeo sem os devidos créditos.

O processo de plágio revela que Luan é um compositor talentoso desde os doze anos de idade e almeja se tornar uma estrela da música sertaneja através de suas próprias composições e interpretações no mundo da arte.

Com dedicação integral, inspirando-se em artistas que saíram da pobreza e alcançaram o sucesso graças ao seu talento nas composições, Luan acredita em seu potencial para seguir uma carreira musical promissora tanto no Brasil quanto no exterior.

Ouça logo abaixo ‘Solteiro Forçado’:

Share.