PUBLICIDADE

No último domingo (21), durante sua participação no Programa Eliana, a cantora Simone Mendes surpreendeu ao expressar seu sonho de se dedicar exclusivamente à música gospel. Questionada sobre a possibilidade de seguir carreira no segmento religioso, Simone afirmou que é um sonho seu cantar para Jesus, mas preferiria não misturar com a música sertaneja.

“Isso é um sonho, claro! De cantar para Jesus, mas quando o meu tempo na música se encerrar. Eu não gostaria de fazer as duas coisas, sabe? Eu não acho interessante fazer as duas coisas. Prefiro cada coisa no seu tempo”, comentou a cantora sertaneja.

PUBLICIDADE

A declaração de Simone gerou reações positivas e expectativas entre os fãs. Sua decisão reflete um movimento crescente de artistas que buscam expressar sua fé através da música, unindo talento e espiritualidade. Um exemplo destacado é Luciano Camargo, que além de sua carreira como dupla com Zezé Di Camargo, também se dedica à música gospel e até canta em igrejas.

Luta contra a adenomiose

Além do seu desejo de migrar para a música gospel, Simone também compartilhou detalhes sobre uma luta pessoal que enfrentou recentemente. Em entrevista ao jornalista Leo Dias, a cantora revelou ter sido diagnosticada com adenomiose, uma doença grave que afeta o útero e provoca sintomas severos.

Após o nascimento de sua filha Zaya, Simone passou por uma cesárea e começou a enfrentar um sangramento que não cessava. “Assim que a Zaya nasceu, fiz cesárea, quando a mulher tem bebê fica sangrando por 30 dias, mas o meu [sangramento não parava], continuou por um, dois, três meses”, explicou Simone.

Após meses de investigação médica e diversos tratamentos sem sucesso, foi diagnosticado que Simone sofria de adenomiose. A cantora comparou sua condição com uma obra problemática, afirmando que “os canos vão tendo furinhos e fica jorrando água, mas não sana”.

Diante do risco crescente de anemia devido à perda excessiva de sangue, Simone tomou a difícil decisão de remover seu útero. Após esgotar todas as opções de tratamento, o médico alertou sobre a necessidade da cirurgia. “Fiz tudo que podia ser feito para não precisar de cirurgia, até que o médico falou: ‘Simone, se você continuar perdendo sangue da forma como você tá, se vier uma anemia, por conta da perda excessiva de sangue, vai ficar muito difícil para a gente operar’. Falei ‘pode tirar o meu útero’”, revelou a cantora.

A jornada de Simone Mendes é marcada por desafios e superações, tanto em relação à sua carreira quanto à sua saúde. Sua sinceridade em compartilhar suas experiências pessoais cria uma conexão ainda maior com seus fãs e mostra sua determinação em seguir seus sonhos e enfrentar os obstáculos da vida.

Share.