Graziela Gonçalves, viúva de Chorão, e Alexandre Lima Abrão, filho do cantor, estão envolvidos em uma disputa judicial pela marca ‘Charlie Brown Jr‘. Segundo informações apuradas pelo portal G1, Graziela acusa Alexandre de ignorar seus direitos como herdeira ao registrar a marca da banda sozinho no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Por sua vez, Alexandre alega que Graziela agiu de má fé.

Graziela, que manteve um relacionamento com Chorão por quase 20 anos, possui 45% dos direitos de imagens e produtos relacionados ao cantor e à banda, incluindo marcas. Já Alexandre detém 55% desses direitos após um acordo judicial referente ao inventário do artista.

O advogado Maurício Guimarães Cury, representante de Graziela, informou que sua cliente descobriu que Alexandre registrou a marca sozinho no INPI. Ele acrescentou que houve uma tentativa de resolver o assunto de forma amigável, mas Alexandre se recusou a transferir esses direitos.

No processo, o advogado Reginaldo Ferreira Lima, representante de Alexandre Lima Abrão, afirmou que Graziela distorceu os fatos e agiu de má fé. O G1 entrou em contato com a defesa de Alexandre para obter um posicionamento sobre o caso, mas não obteve resposta até o momento.

Batalha Judicial pela Marca ‘Charlie Brown Jr.’: Viúva de Chorão e Filho Enfrentam-se em Corte por Direitos de Propriedade

Embora o processo ainda não tenha sido julgado, o juiz Guilherme de Paula Nascente Nunes, da 2ª Vara Empresarial e Conflitos de Arbitragem de São Paulo, concedeu uma liminar em dezembro de 2023 determinando que o filho de Chorão transfira os 45% dos direitos da marca para Graziela, perante o INPI.

Continua após a publicidade..

Segundo Maurício Cury, os direitos de Graziela foram reconhecidos há muitos anos pela Justiça. Ele ressaltou que é desgastante ter que recorrer à ação judicial para fazer valer esses direitos, mas necessário diante da posição de Alexandre em não reconhecer os direitos de Graziela. Com a decisão judicial, espera-se que ele cumpra imediatamente a determinação e transfira os direitos sobre a marca ‘Charlie Brown Jr’ para Graziela no INPI.

Chorão, vocalista do Charlie Brown Jr., foi encontrado morto em seu apartamento na Zona Oeste de São Paulo em 6 de março de 2013. Um exame realizado pelo Instituto Médico Legal (IML) revelou que ele sofreu uma overdose de cocaína.

Share.