PUBLICIDADE

A cantora Wanessa Camargo finalmente quebrou o silêncio e se pronunciou sobre a controvérsia envolvendo seu pai, Zezé Di Camargo, e sua madrasta, Graciele Lacerda. Em um desabafo emocionante compartilhado em seu perfil do Instagram, Wanessa se uniu à sua irmã, Camilla Camargo, para defender o patriarca da família.

PUBLICIDADE

Continua após a publicidade..

No vídeo publicado, as filhas de Zilu não mencionaram diretamente o nome de Graciele, mas deixaram claro seu apoio incondicional ao pai. A polêmica surgiu quando a noiva do sertanejo foi acusada de criar um perfil falso para difamar a família.

“Nós trabalhamos com a verdade e com o que é justo. Somos uma família que realmente se ama e se respeita. Não somos perfeitos, mas houve uma separação entre um homem e uma mulher, não entre um pai, uma mãe e seus filhos”, desabafou Wanessa Camargo.

A cantora enfatizou que Zezé também é vítima da situação, assim como seus irmãos. “Estamos aqui para dizer que, independentemente do amor incondicional que temos por nossa mãe, está ocorrendo uma coisa muito injusta em relação ao nosso pai”, afirmou.

Wanessa também fez questão de ressaltar a importância do pai em sua vida. “Estão desmerecendo nosso pai como presença e apoio na nossa vida, mas isso não é verdade. Em todos os momentos em que precisei dele, ele esteve presente”, revelou.

A irmã de Wanessa, Camilla, reforçou suas palavras e destacou a generosidade de Zezé. “Não façam isso. Meu pai é extremamente generoso”, acrescentou.

Antes disso, o caçula da família, Igor Camargo, já havia revelado que não estava mais trabalhando com Zezé. A namorada de Igor, Amabylle Eiroa, foi quem expôs o suposto perfil falso, alegando ser uma das principais vítimas.

Graciele Lacerda ficou conhecida por seu relacionamento com Zezé Di Camargo. O casal iniciou o romance há mais de 10 anos, quando o cantor ainda era casado com Zilu, mãe de seus filhos.

Com essa declaração pública, Wanessa e Camilla deixaram claro seu apoio ao pai em meio à polêmica envolvendo Graciele Lacerda. Resta aguardar como essa situação irá se desenrolar e qual será a repercussão dessa manifestação nas redes sociais.

Share.